God Of War Rpg Evolution
Se você gosta de mitologia grega e um bom jogo de God Of War esse é o lugar certo para você.
Vamos se registre logo! Não sabe oque está perdendo.

1° Parte da Trama: Sol Obscuro

Ir em baixo

1° Parte da Trama: Sol Obscuro

Mensagem  Zeus em Dom Set 11, 2011 1:26 am

~~ 1° Parte da Trama: Sol Obscuro ~~

Eram 15:00, mas parecia 00:00 o tempo estava se esgotando. Ártemis havia dado muito tempo para os guerreiros, e eles prescisavam entra em ação.

A Deusa da caça, logo depois de escolhe os guerreiros que iriam para á missão, deu uma semana para os guerreiros se prepararem, e essa semana se passou. Logo a deusa convocou os seus escolhidos para começar a intrigante missão. O local de encontro era os portões do Olimpio.

Assim que todos estavam presentes nas portas do Olimpio, Ártemis olhou para os escolhidos, avaliando um por um. E logo depois de avaliar todos, percebeu que havia feito a escolha certa.



- Meus caros guerreiros. Como sabem os deuses referentes ao sol e o calor, sumiram, e é dever de vocês encontra-los e desmascará que esta por trás de tudo isso - Disse a deusa, sem fazer pausas para respira, suas palavras eram diretas e claras - E claro que assim que encontrarem alguma pista importante ou algum proprio deus, me mandem um "Mensagem de Íris". Para ajudar na locomoção, cada um ganhará um Pégaso, mas ele não ficará com vocês para sempre, apenas de quem fizer bom uso ele, mas isso não vem ao caso agora. - A deusa pela 1° vez, deu uma breve pausa para respira - Agora sem perde tempo, irei falar da profecia e logo apois partiram.



Um silêncio se formou no ar e depois as palavras de Ártemis, sairam de sua boca, só que roucas e distantes:


Hérois irãom em busca dos deuses desaparecidos,
Em mão de um deus travesso a vida de alguns dependeram.
Nas margens de um rio, o oposto se encontra,
E pela chuva de pedras a maldição ira cair,
Mas com a morte de um e a traição de outro, a salvão pode aparecer,
E o amigo é inimigo e o inimigo é o amigo.



Depois um silêncio se formou novamente, deixando os guerreiros meios apavarodos, e repentinamente a deusa fala:



- Agora vão. Os pégaos estão lhe espernado a ao lado de fora do castelo. Tenho de ir, qualquer coisa, me mande uma M.I.



Logo que a deusa terminou de fala, fez uma rápida reverencia e logo em seguida se transformou em um lobo branco, e correu para um floresta compacta que tinha no Olimpio.



Spoiler:
[b]* Regras:





- Post de no mímino 6 linhas. Não tente dar por cima e usar a fonte maior, eu irei saber.

- Sem erros de português.

- Com bastente côencia.

- Imaginação deve ser solta.

- Nada de palavras de "Baixo Escalão".

- Post sempre dentro de 48 horas, caso não post será considerado morto e ira para a sua ficha.

- Os que podem posta na missão são: Zeus, Dionisio, Poseidon, Hades e Éolo.

- No 1° post, narre como chegou no olimpio, e como foi sua semana de preparação.


~~ Mudaças podem acontecer fiquem atentos ~~
avatar
Zeus
Deus

Leão Mensagens : 56
Data de inscrição : 18/07/2011
Idade : 28
Localização : Olimpo

Ver perfil do usuário http://godofwarrpgevolution.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1° Parte da Trama: Sol Obscuro

Mensagem  Convidad em Dom Set 11, 2011 4:59 pm

Estava em Esparta, treinando alguns movimentos com minha corrente quando recebi a mensagem. Os deuses do sol haviam sumido, e era dever meu e de outros guerreiros acharem eles.
Tinha uma semana para me preparar, era pouco tempo, mas tudo estava tenso e eles precisavam ser encontrados logo, então aproveitei a semana para treinar com minha lança - uma arma que eu não tenho muita perícia - e meu escudo.
Passada a semana, subi ao Olimpo, onde nos encontraríamos com os deuses.
Cheguei no portão e fiquei deslumbrado, não importa quantas vezes eu passasse por ali, aquilo sempre iria me impressionar. Fui andando calmamente admirando o Olimpo, mas ele tinha um ar tenso e preocupado, aquilo com certeza era por causa do desaparecimento dos deuses do sol.
Tudo ali estava escuro, como se fosse uma eterna meia noite.
Quando eu vi os outros guerreiros escolhidos, me juntei à eles e ouvi as instruções de Ártemis.
Quando ela se transformou em um lobo eu fiquei meio pasmo, ainda não tinha me acostumado com aquilo, era bem estranho.
Dei um assovio longo e meu autômato águia se juntou à mim, eu fui caminhando até os pégasos e observei eles.
Escolhi um pégaso, normal, branco, mas ele parecia mais robusto, eu havia gostado dele. Montei no animal sem problemas, me virei para trás e esperei meus companheiros se arrumarem.



Última edição por Lucian em Ter Set 13, 2011 2:01 pm, editado 1 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1° Parte da Trama: Sol Obscuro

Mensagem  Convidad em Seg Set 12, 2011 5:01 pm

Depois de se passado muito tempo na minha caminhada pela estrada tortuosa da vida, enquanto comia o meu almoço de carne assada, ouvi um chamado, era quase uma sensação de alguém me chamando, nos meus sonhos encontrei com a bela Deusa Artemis, ela me disse que o Olimpus estava em apuros e que precisava de heróis para resgatar os Deuses referentes ao calor.

Uma semana, foi o tempo que ela me dera para me preparar, durente este período, treinei bastante, tentava invadir propriedades sem ser percebido, passava por cidades me escondendo, ocultando a minha presença até que chegou o dia.

Já no Portão do Olimpus, disfarçado nas sombras esperava os outros heróis aparecerem enquanto admirava a beleza da jovem Deusa que já havia me percebido:

-- Porque você não sai das sombras, jovem ceifador? -- Disse a Deusa sem olhar para a minha localização.

-- Não obrigado, estou satisfeito aqui.

E o silencio pairou até que os heróis escolhidos foram chegando um por um. Então, depois que me aproximei, Artemis falou os objetivos da missão e depois recitou a profecia, quando ela vacilou fiz um gesto de querer chegar perto para ajuda-la, mas ela levantou uma mão em minha direção recusando a ajuda. Feito isso ela se foi, deixando os pegasus para nos locomovermos.

Fui em direção a um pegasus preto de olhar maligno, ele olhou pra mim e relinchou ferozmente se afastando, eu flexionei as minhas pernas para entrar em posição de batalha, com as mãos sem armas pulei no cavalo alado para domá-lo, num impulso ele lançou voo no céu vespertino, quando alcançou algumas centenas de metros ele iniciou um queda livre em alta velocidade, eu tentei cruzar as minhas pernas na barriga dele para me firmar, e segurei no seu pescoço falando:

-- EIA, EIA!!!

Mas ele não desistia, então resolvi pegar um pouco de carne seca que eu levava como mantimentos e coloquei na sua boca, por incrivel que pareça ele se aquietou, eu nunca vira um cavalo que come carne, muito suspeito isso. Resolvida a desavença com o animal, fiz ele pousar para saber os detalhes da missão...

Arsenal de armas:
- Arco Negro
- Botas Ceifadoras
- Espada de Ferro

Objetos:
- Capa Preta
- Cinto de Almas


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1° Parte da Trama: Sol Obscuro

Mensagem  Convidad em Sex Set 16, 2011 8:15 am

Os dias foram se passando depois que eu foi escolhido para ir em busca dos deuses desaparecidos. A cada dia treinava mais; corria pelo submundo em busca das almas desordeira; Treina na arena, sobre a luz de prata da lua.
Depois de exatos 7 dias sabia que a convocação para começar a missão tinha começado, então me arrumei cautelosamente. Uma camisa preta por baixo da capa; meu cinto recolhedor de Almas, que predia se prendia a minha cintura; Minhas botas, com lâminas embutidas; e minha unica arma, meu par de foices negras, que estavam na sua forma de bracele.
Sai do submundo e fui em direção ao Olimpio, pois quando fui escolhido, ela havia avisado que seria nos estabelecimentos segrados dos deuses, que provavelmente seria o Olimpio.

Pelo exato, não sei como cheguei no Olimpio, mas isso não vem ao caso. O estabelecimento, era magnifico, mas para mim, não enchiam os olhos da cara, pois odiava ouro, bronze e essas coisas de riquinho.
Fui o 3 a chegar, um caçador da neve já se encontrava e um ceifador também. Eséramos até todos chegarem, e escutamos as palavras de Ártemis silênciosamente e assim que ela terminou de fala, virou uma raposa e fugiu pelas matas do Olimpio.
As palavras da deusa, foram claras, tinha um traidor entre nós, mas quem seria?. Fiquei calado, mas sabia que uma hora ou outra teriamos de entra em uma discursão sobre isso.
Havia pégasos nos esperando, uma para cada um. Fui em direção de um simples, baixo e bem fortinho. Olhei ao redor e vi que todos estavam inusitados pelos Pégasos, então eu respirei fundo e disse:

- Galera prescisamos de um plano, antes de tudo, e prescisamos ser rápidos. Então vamos seguir o que a profecia falava: "Nas margens do rio, o oposto se encontrará...", então por esse verso, qual seria o rio que vemos os nossos opostos? - Falei devagarmente, esperando por algo - Acho que poderia ser o rio que passa por debaixo das pernas do colosso de Rhodes. Que tal???

Esperei a resposta, e enquanto isso pulei em cima do Pégaso e comecei a ter um dialogo mental com ele.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1° Parte da Trama: Sol Obscuro

Mensagem  Convidad em Dom Set 18, 2011 8:47 am

Era uma triste tarde de inverno, a única coisa boa era que estava nevando, já me encontrava a três semanas na busca pelo "Pé Grande de pé pequeno" depois de matar alguns animais pequenos já estava farto daquela busca, pois os rastros de pés numero 43 sempre sumiam de repente, e não era culpa da neve, dava impressão que a criatura tinha levantado vôo, talvez pelas orelhas ele podiam ser uma "pé grande estilo dumbo".
Quando recebi uma mensagem de alguém/algo de que eu deveria ir atrás dos deuses do calor, comecei a estranhar tipo eu gosto do frio sou seguidor de Quione será que não existe um seguidor de Apollo ou Helio competentes o bastante para resgatarem o deus que eles servem? será que e difícil demais? e porque o meu prazo para me preparar e chegar no Olimpo e uma semana?
Passei minha uma semana tentando ir para o Olimpo afinal eu estava na Antártida, eles precisam de mim e o que custa mandar algo pra me levar ate eles, tive que ir só na moral! Apesar de não ficar com status negativos(frio, cansaço, fome, etc) eu estava P. por dentro de ir ate o Olimpo andando, tipo eles poderiam mandar um ciclope para me carregar até lá mas não vamos deixá-lo ter todo o trabalho para vir até nos.
Depois de uma árdua viajem de a pé (Valeu Olimpo) havia chegado ao local combinado, estava um pouco atrasado, mas não estava ligando afinal super caçadores não ligam para horários, vi todos ali presentes então disse:
-Fala "Artie", de boa galera?
Ela então começou a falar sobre os objetivos na missão e coisas do tipo, minha cabeça estava longe mas estava escutando o que ela dizia, apesar de pensar em hipopótamos e seu leite cor-de-rosa.
Depois de tudo explicar ela falou que todos ganharíamos pegasos, e então eles apareceram, vi um azul claro e disse rapidamente:
-O "azulzin" é meu!
E fui correndo até ele, os outros membros da missão falaram para onde ir sempre prestar muito atenção no que disseram, eu apenas sorri e concordei.


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1° Parte da Trama: Sol Obscuro

Mensagem  Convidad em Dom Set 18, 2011 9:03 pm

Estava em Atenas a trabalho, tinha acabado de ceifar a alma de uma pessoa, mas precisamente de um velho homem, já havia passado a hora dele a um tempo e como ceifador eu tinha que recolher a alma dele, era um homem rico quando em vida e tive que infiltrar-me em seu casarão, entrei e sai da mesma forma em que entrei, ninguém me viu ou ouviu. Assim que já estava longe do casarão do velho, vi que o céu se escurecia, deviam ser 3 horas da tarde, mas aparentava ser meia noite, "Isso só pode ser coisa dos deuses..." pensei observando o céu escurecer. Logo em seguida um pergaminho de inscrição havia aparecido na minha frente, dizia que os deuses referentes ao sol e ao calor havia desaparecido e que Ártemis estava procurando os melhores guerreiros mortais de toda a Grécia, inscrevi-me e fui aceito, isso poderia render uma boa recompensa, a deusa Ártemis havia dado 1 semana para que os guerreiros aprovados treinassem.
Nessa semana fui em todas as arenas de todas as cidades da Grécia, com Ézio eu treinei até desmaiar, meus golpes com a foice foram aprimorados, a semana passou rápido, após o fim desta Ártemis nos convocou, a missão teria de ser iniciada logo, o ponto de encontro era o Olimpo, com Ézio sempre me acompanhando caminhei da cidade de Rhodes até o Monte Olimpo, com minha capa preta surrada, uma camiseta branca, meu sinto coletor de almas, calça de pano da cor preta e minhas botas com lâminas; foi uma exaustante caminhada até o topo, mas assim que cheguei lá vi que tinham outros guerreiros esperando, a deusa da caça e da lua estava parada com um semblante tenso, assim que eu passei pelos portões do Olimpo me deparei com a incrível cidade, mesmo estando escuro o lugar brilhava, porém com um ar tenso.
Contando os guerreiros percebi que faltava eu e outros dois guerreiros, assim que os outros guerreiros chegaram Ártemis começou a falar, ela disse:

- Meus caros guerreiros. Como sabem os deuses referentes ao sol e o calor, sumiram, e é dever de vocês encontra-los e desmascarar quem está por trás de tudo isso - Disse a deusa, sem fazer pausas para respirar, suas palavras eram diretas e claras - E claro que assim que encontrarem alguma pista importante ou algum próprio deus, me mandem um "Mensagem de Íris". Para ajudar na locomoção, cada um ganhará um Pégaso, mas ele não ficará com vocês para sempre, apenas de quem fizer bom uso ele, mas isso não vem ao caso agora. - A deusa pela 1° vez, deu uma breve pausa para respirar. - Agora sem perder tempo, irei falar da profecia e logo após partirão.
Um silêncio se formou no ar e depois as palavras de Ártemis, sairam de sua boca, só que roucas e distantes:

Heróis irão em busca dos deuses desaparecidos,
Em mão de um deus travesso a vida de alguns dependeram.
Nas margens de um rio, o oposto se encontra,
E pela chuva de pedras a maldição ira cair,
Mas com a morte de um e a traição de outro, a salvação pode aparecer,
E o amigo é inimigo e o inimigo é o amigo.


O último verso me deixou intrigado, algum de nós provavelmente era um traidor ou viria a ser, bom, como um mercenário farei o que for preciso, a traição é um ponto de vista, de qualquer forma, algum de nosso supostos "amigos" era ou viria a ser um traidor, esqueci isso por um momento e ouvi Ártemis falando de algo sobre os pégasos estarem do lado de fora do castelo antes de se transformar em uma loba e ir para uma floresta. Caminhei com os outros até o local onde estavam os pégasos e me aproximei de um pégaso negro, à noite sua pele escura deixava o quase imperceptível, Ézio continuava no meu ombro e guinchava no meu ouvido, o pégaso olhou para trás e observou-nos, levei a mão devagar a suas costas e o acariciei, por um momento o pégaso pensou em dar um coice em mim, mas conseguiu se conter, após montar nele ouvi Taylor, um ceifador assim como eu falar algo sobre o rio que passa em baixo do Colosso de Rhodes, olhei para ele e falei:
- Bom, pode estar se referindo a qualquer rio, pode ser até mesmo o Rio Estige, o que realmente me deixou intrigado foi a parte em que dizia que o amigo é o inimigo e vice-versa, bom acho que um de nós vir´´a a ser um traidor, de qualquer forma devemos nos apressar. - Disse dividindo meu ponto de vista com os outros. Logo em seguida fiquei esperando pelo que os outros iriam falar com uma casa séria.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1° Parte da Trama: Sol Obscuro

Mensagem  Convidad em Ter Set 20, 2011 12:36 pm

Uma semana de caos e desordem no mundo da Magia, mas tudo o que tive de fazer para sair dela, era entra em estado de meditação. E foi o que fiz, durante uma semana armazenei energia suficiente para matar mil centauros.
Logo já estava planamente acordada, depois do meu estado de meditação comecei a me arruma para a missão, pois sabia que já estava trasada, muito atrasada.
Vesti minha armadura e metarmorfei em um vestido de seda negra. Coloquei minhas correntes entre a cintura e as prendi, pois sabia que seria muito mais facíl sacar o escudo quando ele se transformasse. Prendi minha varinha junto as correntes e coloquei o cajado nas minhas costas. Assim que vi que estava pronta, deixei meu lar no mundo da magia e fui em direção ao Olimpio, a onde minha aventura estava começando.


***



Não sei como cheguei ao Olimpio, apenas sei que quando sair do mundo da magia já estava no lar do deuses.
O Olimpio era magnifico, poderia ficar adimirando as crostruções celestiais, mas eu tinha um compromisso, e eu já estava atrasa.
Depois de alguns segundos procurando os meus companheiro de missão eu os encontrei. Há 6 no homem e apenas eu de menina, achei meu absurdo, mas deixei levar.
Peguei a conversa pelo meio do caminho, mas conseguir enteder tudo. Vi que meu maninho estava entre meus companheiros de missão, falei um oi com ele e depois corri em direção aos pégasos que Ártemis havia nos mandado.
Escolhi um pégaso negro e logo esperei os outros escolherem os seus e se acalmarem. Ouvi o que tudos tinha a dizer e assim que ficou silêncio disse:

- Acho que deveriamos ir ao "Colosso de Rhodes", já estive lá uma vez e acho que lá pode ser o lugar do rio oposto.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1° Parte da Trama: Sol Obscuro

Mensagem  Zeus em Ter Set 20, 2011 7:52 pm

A descisão foi tomada, os guerreiros partiram e direção ao Colosso de Rhodes, o grande simbolo do deus primordial do Sol, Hélio.
O caminho foi triste e quase sem fim, não havia sol para tira o frio que cercava os guerreiros, e o caminho foi longo até que Macabro avistou ao longe, o grande Colosso.

- O colosso esta logo ali - Gritou Macabro - Vamos!!!

Depois de alguns minutos os guerreiros já se encontravam perto do Colosso. Pousaram seguramente, perto das árvores que tinham proximamente. Diana a unica garota do grupo, antes mesmo de desce do seu pégaso, havia avistado uma pessoa caida no chão, perto dos pés do colosso.


- Pessoal, tem uma pessoa caida ali... Avistei quando estavamos pousando... - A feiticeira, mau acabou de fala, correu em direção a pessoa caida no chão.

Todos seguiram a feiticeira, pois estavamos curiosos. Logo que chegaram a onde o tal corpo estava, viram que era verdade. O corpo era de um homem, ele usava uma roupa de sacerdote, só que do lado esquerdo era Branco e o direito Preto.
Assim que o sarcedote sentiu a prenseça dos guerreiros, deu um gemido de espanto e depois começou a sussurra para si mesmo palavras que podiam se ouvir.

- Sim-Não, Preto-Branco, Negativo-Positivo, Bem-Mal... O mundo oposto... O segredo do sol.... O mundo opos... - Cada palavra que o sarcedote sussurrava, eram opostas, o que será que ele queria dizer? Mas quando um dos guerreiros iria pergunta, a voz do sarcedote sumiu por completo, e nesse momento a morte tinha levado a alma dele.

Os guerreiros ficaram se olhando. Ninguém sabia o que fazer... E agora o que seria do Time, o que eles fariam.
avatar
Zeus
Deus

Leão Mensagens : 56
Data de inscrição : 18/07/2011
Idade : 28
Localização : Olimpo

Ver perfil do usuário http://godofwarrpgevolution.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1° Parte da Trama: Sol Obscuro

Mensagem  Convidad em Ter Set 20, 2011 10:17 pm

A viagem até o colosso de Rodes foi muito longa e cansativa, e eu particularmente não gostei muito, pois era nos domínios do céu, uma coisa que não gostava muito, mas tudo correu bem, até que chegamos no monumento. Pousamos sem mais problemas e avistamos alguém caído próximo aos pés do colosso.
A feiticeira Diana, a única garota do time, correu na direção do homem caído que parecia ser um sacerdote pelas vestimentas, ela começou a falar frases muito estranhas, coisas opostas umas a outras, e então morreu. Eu estava posicionado perto das sombras, um pouco afastado do grupo, que se reunia ao redor do homem. Por fim falei:

-- Bem, se ele fala de mundos opostos, talvez se refira ao mundo inferior, já que está lá embaixo, e está sempre na escuridão eterna. (ou talvez se refira a Lua/noite alguma coisa assim, já que é o oposto do sol.) -- Se decidirem seguir para o submundo, eu me ofereço para transportá-los até lá.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1° Parte da Trama: Sol Obscuro

Mensagem  Convidad em Ter Set 27, 2011 7:14 pm

Mesmo sem concordar com os outros, nos dirigimos para o Colosso de Rodes. A viagem pelo reino dos céus foi longa e cansativa, a cada balançada eu achava que iria cair, meu morcego - Ézio - estava escondido dentro de minha capa, o vento era forte demais para ele, o clima era um tanto quanto frio, depois de muito tempo, Macabro avistou o Colosso e gritou algo avisando-nos.
Pousamos perto de algumas árvores, a feiticeira Diana logo avistou algo e correu para os pés do Colosso, lá um homem, - pelas vestes percebia-se que era um sacerdote - suas roupas eram preto e brancas, ele estava em um estado agonizante e quando nos viu começou a falar, Macabro em seguida disse sua teoria, concordei com ele e também me ofereci para fazer o transporte junto com Macabro. Logo em seguida me dirigi a Macabro e falei com ele em um sussurro:

- Ei parceiro, cá entre nós, você sabe de algo sobre nosso mestre?
Então viro olhando para os outros.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1° Parte da Trama: Sol Obscuro

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Últimos assuntos
» Duvidas......
Qua Fev 13, 2013 2:10 pm por creitonsfodao

» Poderes e Habilidades dos Sabios de Athena
Sab Jan 19, 2013 11:15 am por SRfinish

» MUDANÇA DE FÓRUM
Ter Set 25, 2012 3:39 pm por Ênio

» Poderes e Habilidades dos Mensageiros da Luz
Qui Set 13, 2012 7:48 pm por Hermes

» Registro de deuses
Seg Set 10, 2012 6:31 pm por Helios

» Colosso de Rhodes
Sab Ago 25, 2012 2:21 pm por Ênio

» Jardim de Perséfone
Sab Ago 25, 2012 7:56 am por Ênio

» Trono do palácio de Helios
Sex Ago 24, 2012 5:48 pm por Helios

» Sugestões aos Deuses
Sex Ago 24, 2012 1:17 pm por Ênio

Outubro 2018
SegTerQuaQuiSexSabDom
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031    

Calendário Calendário